Angola Namibia
Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
 Bacias da África Austral
 Bacia do Rio Kunene
Geologia
 Solos
 Ocupação do Solo
Clima e Tempo
Hidrologia
Qualidade da Água
Ecologia e Biodiversidade
Sub-bacias
 Referências

 



Feedback

send a general website comment

report a specific comment about this page

Feedback

 

Geologia da Bacia  

A geologia da bacia pode ser dividida em quatro zonas baseadas na idade, com mais uma subdivisão nas formações namibianas baseada no ambiente sedimentário e grau de metamorfismo. As quatro zonas são:

  • Formações pré-namibianas compreendendo dois sistemas (épocas vaaliana e mokoliana);
  • Formações namibianas;
  • Formações carboníferas e quartenárias; e
  • Formações terciárias e quartenárias.
Mapa geológico generalizado da bacia do rio Kunene.
Fonte: AHT GROUP AG 2010
( clique para ampliar )

Em grande medida, o Alto Kunene faz parte do complexo da base rochosa pré-câmbrica (principalmente granitos), o qual é exposto nos cumes das colinas e coberto por sedimentos quaternários nos vales amplos e abertos. A sub-bacia do Médio Kunene é dominada pela sequência do Kalahari (da idade terciária até a idade mais recente), a qual consiste em cascalhos basais do grupo calcário do Kalahari e em um manto de areia que esconde rochas subjacentes (até 100 a 150 metros de espessura). O termo Kalahari Sand (“areia do Kalahari”) aplica-se a um depósito que varia marcadamente em cor, composição, espessura e mesmo em idade.

O Baixo Kunene é dominado por meta-sedimentos e plutonito do ramo costeiro da cintura orogénica Damara (Missão de Pedologia 1965).

Reservas Minerais

A bacia do rio Kunene é abrangida pelo rico cráton de Angola-Kasai que contém quantidades substanciais de recursos minerais tais como diamantes, ferro, ouro, cobre e petróleo a circundar o cráton em Angola, Congo-Brazzaville, Guiné Equatorial e Gabão (Dietrich1999).

Chaminés de kimberlito contendo diamantes ocorrem em grupos à volta do Huambo a norte da bacia contudo requerem considerável investimento antes da sua exploração. O minério de ferro já foi um importante produto de exportação de Angola, estando as minas mais produtivas localizadas na bacia (em Techamutete e Cassinga na Província da Huíla). Não houve mineração nestas áreas desde os finais dos anos oitenta, devido a problemas de segurança e transporte. Foi feita a prospecção de outros minerais, tais como depósitos de ouro e platina na parte sul da bacia, contudo não há planos imediatos de extracção.

Os minerais industriais, tais como o quartzo cristalino e mármore ornamental ocorrem nas províncias angolanas do Namibe e da Huíla e são actualmente extraídos e exportados.

Distribuição de minas na bacia do rio Kunene.
Fonte: AHT GROUP AG 2010
( clique para ampliar )

 

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Kunene


Entrevista sobre a gestão integrada e transfronteiriça da bacia do rio Kunene


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular