Angola Namibia
Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Gestão dos Recursos Hídricos
 Introdução
A Demanda de Água
Infra-estruturas de Água
 Barragens e Infra-Estruturas
 Sistema Integrado
 Infrastructure for hydropower in Angola
 Infra-estruturas para o Abastecimento de Água
 Segurança Hídrica
 Armazenamento de Água
 Sistemas de Transferência
 Serviços de Águas Subterrâneas
 Angola
 Namíbia
 Impactos das Mudanças Climáticas
 Infra-estruturas de Irrigação
 Angola
 Irrigação na Namíbia
 Operação e Manutenção das Infra-estruturas
 Reabilitação e Futuro Desenvolvimento
 Reabilitação e Expansão das Infra-estruturas Existentes
 Desenvolvimento Futuro da Bacia
 Sistemas de Abastecimento de Água Transfronteiriço
 Águas Residuais
 Angola
 Namíbia
O Valor da Água
Monitorização dos Recursos
Investigação e Desenvolvimento
 Referências

 



Feedback

send a general website comment

report a specific comment about this page

Feedback

 

Infra-estruturas de Água  

A água é uma necessidade humana fundamental e necessária para sustentar todos os tipos de vida. A falta de água limpa leva à disseminação de doenças e gera sofrimento para humanos, animais e para o ambiente. O fornecimento do acesso à água também traz benefícios económicos e melhora os padrões de vida. Portanto, é vital que os governos garantam o acesso à água potável para todos os cidadãos.

A infra-estrutura de água consiste em estruturas e instalações construídas pelo homem para captar, armazenar, tratar (se necessário) e fornecer água aos utentes. Estas também podem servir para recolher, transportar, tratar e eliminar águas residuais. A infra-estrutura típica inclui: campos de poços de água subterrânea, esquemas de fornecimento de água, esgotos e instalações de tratamento de esgotos, barragens, obras de captação de água fluvial, transferências inter-bacias (transferências em massa) e canais.

Estação hidrométrica nas Quedas de Epupa.
Fonte: Amakali 2004
( clique para ampliar )

Os esquemas de irrigação distribuem a água para as plantações enquanto os esquemas de abastecimento de água fornecem água potável para os utentes. Ambos abastecem-se de águas superficiais (rios, barragens, etc.) ou água subterrânea (aquíferos). Estes variam desde grandes esquemas, caracterizados por complexas redes de distribuição, a esquemas menores e mais simples. As barragens são geralmente um elemento integrante que serve para armazenar água. Nas zonas urbanas, as águas residuais são recolhidas e transportadas através de uma rede de canalizações (rede de esgotos) e estações de bombagem para estações de tratamento que removem os contaminantes das águas residuais.

A infra-estrutura de água suporta a vida e ajuda a proteger a saúde pública, mas pode ter um impacto significativo sobre o ambiente. Portanto, as práticas que encorajam a utilização sustentável e gestão da infra-estrutura associada à água devem ser promovidas. Melhores práticas de gestão, o uso eficiente da água, a definição de preços adequados para água e uma abordagem da escala de captação para a protecção podem ajudar a se alcançar operações sustentáveis.

Embora existam benefícios significativos para a instalação de infra-estrutura de água, o custo de construção, manutenção e reparação pode ser elevado. É necessária uma manutenção atempada e contínua para realizar estes benefícios a longo prazo e garantir a sustentabilidade. Se um sistema for bem mantido, poderá funcionar em segurança por um período de tempo longo. Um sistema novo que não seja adequadamente operado pode ameaçar a saúde pública mais do que um sistema mais antigo que seja gerido de forma adequada. As pessoas responsáveis pela gestão da infra-estrutura precisam estabelecer um sistema contínuo de supervisão, monitorização, avaliação e manutenção, além da reposição de activos conforme necessários para maximizar a vida produtiva da infra-estrutura.

A África Austral é uma região com escassez de água com um padrão errático de distribuição de chuvas que nos últimos anos causou secas – locais, nacionais e regionais – frequentes. Portanto, a gestão da água é particularmente vital para a população e para a economia. Infelizmente, tal como com outros activos infra-estruturais, o efeito do investimento reduzido e manutenção de baixo padrão das infra-estruturas de água leva muitos anos a tornar-se evidente, e portanto, durante a altura de cortes orçamentais, estes activos muitas vezes são os que mais sofrem.

Resumo do Capítulo

Este capítulo aborda os seguintes conceitos e materiais:

 

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Kunene


Entrevista sobre a gestão integrada e transfronteiriça da bacia do rio Kunene


Investigue as barragens e açudes na bacia do rio Kunene


Examine o comércio de água virtual e a pegada de água dos países da SADC


Explore como as barragens produzem energia hidroeléctrica